ReliPress | RELIGIOUS LIFE PRESS
Março 2017

A MISSÃO DE GUARDIÕES DA CRIAÇÃO

Pe. Josafá Carlos de Siqueira SJ

O lema da Campanha da Fraternidade de 2017, Cultivar e Guardar a Criação, nos convida a refletirmos sobre a nobre missão que o Senhor colocou em nossas mãos de sermos guardiões de sua obra criacional. Além do legado que todos nós já conhecemos das tradições bíblicas proclamativas e manifestativas, de cuidar e administrar a Criação, a tradição milenar da Igreja sempre procurou nos lembrar que não somos donos e proprietários da grandiosa obra que, desde os tempos mais remotos, o Espírito de Deus pairava sobre ela, permitindo o surgimento e a evolução de cada ser vivente, colocando gotículas de amor em cada vida, e permitindo que, de maneira diversa, pudesse revelar, nos detalhes e singularidades, a beleza e a ternura do Criador.

Várias espiritualidades surgiram ao longo da história da Igreja incorporando estes princípios ecológicos que integram a relação do ser humano com Deus e com a Criação. Embora o conceito de Criação seja tratado muitas vezes como natureza, o primeiro tem um sentido mais teológico, pois supõe um Criador que dá sentido a todas as coisas. Tomando por exemplo a tradição da espiritualidade inaciana dos jesuítas, podemos verificar que a Criação deve fazer parte permanente da memória, pois dela recebemos inúmeros benefícios (Exercícios Espirituais n.234). A Criação também deve ser vista como um dos lugares em que Deus habita nas criaturas, agindo e trabalhando por nós nos elementos, nas plantas, nos animais etc (Exercícios Espirituais n.235 e 236). Assim, a nossa missão diante de toda a Criação consiste em colaborar com o Criador, para que as criaturas possam continuar existindo e glorificando a ELE, e não permitindo que a obra criacional seja desrespeitada, destruída e mutilada, como nos recorda o Papa Francisco na Laudato Si’.

A MISSÃO DE GUADIÕES DA CRIAÇÃO

deixar um comentário

* campo obrigatório

Convergência

Revista da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

continue
boletim informativo

Assine a newsletter

Siga-nos no..