ReliPress | RELIGIOUS LIFE PRESS
Novembro 2017

Um focolare temporário na tríplice fronteira

Um grupo de leigos e consagrados do Movimento dos Focolares se propôs a fazer uma experiência diferente em meados de julho deste ano. Com o intuito de viver as palavras do Papa “estar em saída”, deixaram a cidade de Curitiba por 11 dias e foram ao encontro das comunidades do Movimento na tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina) com o desejo de ir ao encontro das pessoas apenas para amá-las e “fazer família”. Um verdadeiro focolare temporário na região.

A primeira parada foi na cidade de Medianeira, onde puderam entregar aquela missão à padroeira da cidade, Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças, visitar u lar de idosos e participar do encontro da Palavra de Vida com a comunidade local, que os acolheu com muito carinho.

Em Foz do Iguaçu, um dos momentos de grande relevo foi o encontro com o Bispo Dom Dirceu Vegini que os recebeu com seu amor paternal. Após contarem um pouco daquela missão, Dom Dirceu compartilhou a estima que tem pelos Focolares e sua abertura ao diálogo e à unidade. Ao receber um livro de Jesus Abandonado do grupo, o bispo confiou a eles uma experiência que estava vivendo e terminou aquele momento com uma benção especial.

Durante esses dias os missionários puderam se encontrar com vários movimentos, grupos e comunidades: Neo catecumenato, Movimento de casais, seminaristas, religiosas, sacerdotes… sempre com trocas de experiências e um clima de família construído na escuta e partilha dos próprios dons. Também tiveram contato com várias obras sociais levadas para frente por pessoas leigas e consagradas que dão a vida no dia a dia pela causa do evangelho.

Durante este período perceberam que muitas pessoas foram tocadas pelo carisma da unidade e que em contato com eles diziam “era isso que eu estava procurando” ou “quando tiver um encontro do Movimento de vocês, por favor, nos avisem”.

Encontraram pessoas que participaram do Movimento há vinte ou trinta anos atrás e que diziam “quero voltar a participar” ou “não quero mais perder o contato com vocês”.

O grupo ainda teve a oportunidade de ter um contato com o secretario de relações internacionais da cidade de Foz do Iguaçu que, ao ouvir o relato dos missionários, quis agendar um encontro para apresenta-los aos seus lideres mulçumanos.

Foram, então, recebidos na mesquita Branca onde participaram do momento de oração no final da tarde e em seguida foram acolhidos pelo Sheike com muita hospitalidade em sua casa.

Durante esses dias, nossos missionários ficaram admirados com a unidade e a vida em família que existe entre a comunidade de Foz do Iguaçu e a comunidade da Ciudad del Este. As fronteiras geográficas, idiomas, fatos culturais não eram uma dificuldade e sim uma grande riqueza.

No último dia foram visitar um sacerdote em Puerto Iguazu – Argentina, e ao sair daquela visita uma pessoa daquela comunidade os convidou para um encontro da diocese que já se realiza há muito tempo para a tríplice fronteira.

Os missionários sentiram naquele convite um plano de Deus, uma ocasião para dar continuidade ao diálogo e a construção da unidade naquela região.

 

deixar um comentário

* campo obrigatório

Unidade e Carismas

Revista do Movimento dos Focolares . Brasil

continue
boletim informativo

Assine a newsletter

Siga-nos no..